Qual a diferença entre as argamassas? Conheça os 4 tipos



A argamassa é indispensável para qualquer construção. A mistura de água, cimento e areia é capaz de unir materiais, impermeabilizar e nivelar superfícies. Mas atenção: há uma argamassa específica ideal para cada trabalho. Conheça os tipos a seguir:



Vamos começar pelas argamassas estruturais, que lidam com alvenaria, impermeabilização e aplicação em paredes e tetos recém-construídos, divididas em três tipos:


Argamassa para assentamento: utilizada para juntar blocos e tijolos em serviços de alvenaria. É aplicada com colher de pedreiro ou bisnagas.

Argamassa de impermeabilização: protege paredes e tetos, impermeabilizando-os.


Argamassa para revestimento: aplicada por cima de superfícies recém-construídas, como paredes e/ou tetos. Aqui a argamassa tem a função de cobrir, proteger e nivelar a estrutura. Nesta etapa são necessárias de 2 a 3 camadas, que cumprem papéis diferentes:


1. A primeira camada é a base de todo o revestimento e é mais conhecida como chapisco. Esse é o nível mais básico da argamassa para revestimento, que evita que as demais camadas descolem.


2. A segunda é chamada de emboço, que regulariza, preenche buracos, nivela ou adiciona relevo à su